Aldo The Band lança plataforma de reconhecimento facial para novo single

14 junho 2017
E se Gisele Bündchen, Rainha Elizabeth, Bob Marley ou qualquer artista da MTV fizesse uma participação na música de sua banda favorita? Para lançar o seu novo single "Unbreakable", o grupo Aldo The Band lançou uma plataforma online, chamada Aldo Feat Me, que combina reconhecimento de face em tempo real a partir do Google Imagens, o que permite colocar qualquer pessoa (ou rosto, ou boca) do mundo para cantar a nova música da banda.
 
 
No momento em que um rosto é reconhecido, uma boca vermelha é sobreposta na imagem e passa a cantar os versos de "Unbreakable". Você ainda pode fazer o download de uma extensão para o Chrome e brincar com o recurso em fotos no Facebook, Instagram ou até mesmo vídeos no Yotube.
 
 
O clipe de "Unbreakable" será lançado nessa sexta-feira, 16/06, no MTV Hits, a partir das 17h30.
 
 

 
 
Entenda mais sobre o projeto com a conversa que tivemos com Murilo Faria, um dos componentes da Aldo the Band.
 
Como funciona o Aldo Feat Me?
O Aldo Feat Me é uma ideia bem maluca do Rodrigo Mendes e do Caio Mattoso, da agência Wieden+Kennedy. Eles nos apresentaram essa ideia e nós imploramos para que ficasse com a gente, pra que eles nos usassem como cobaia. Eles toparam e até agora não estamos acreditando no que a gente tem.
 
Ele é um site ligado ao Google Imagens, que integra qualquer pesquisa do site com a nossa música nova. Automaticamente tem um algoritmo que detecta a boca nas fotos da pesquisa e essa boca canta a letra do nosso single. Então se você digitar Obama, por exemplo, vai aparecer as fotos do Obama cantando a nossa música.
 
Qual foi o maior desafio de desenvolver esse projeto?
Essa é uma plataforma bem complexa, porque é um algoritmo bem específico e ao mesmo tempo feito a mão, a gente literalmente gravou a boca. Nós pintamos a boca de verde como se fosse um chroma key e filmamos a boca bem de perto cantando a letra. Só que nesse período a gente mudou a letra, e aí o pessoal queria matar a gente, porque teve que regravar.
 
Jura? Qual parte mudou?
Nós aumentamos o final. A menina que gravou ficou muito brava que teve que regravar, porque era um inferno. Tem que ficar em uma posição específica, com a cara toda de verde. No final deu tudo certo, nós estamos muito felizes com o resultado.
 
Vocês já têm o clipe de "Unbreakable", que mostra algumas pesquisas feitas no site. Como vocês escolheram essas personalidades para ilustrar o vídeo?
Nós escolhemos de uma forma que não nos prejudicássemos juridicamente, sendo bem sincero. Fomos atrás de pessoas que não perderiam o tempo pedindo pra gente tirar do ar. Também foi um brainstorm. Nós sentamos com todo mundo envolvido no projeto e fizemos uma lista. Fomos pesquisando e colocando as coisas que achávamos engraçado e que podíamos colocar, porque tinham coisas engraçadas que a gente não podia colocar.
 
Por que vocês escolheram essa música para encaixar com esse projeto?
Porque essa música está mostrando um pouco o caminho que a gente tá seguindo com o Aldo em alguns aspectos de experimentação. Nesse terceiro disco nós resolvemos puxar um pouco as fronteiras, tanto dos experimentos do sample, quanto com os experimentos de gravação.
 
Nessa música, a voz é mais sampleada do que cantada, então é uma voz bem específica, um pouco diferente. A gente não teve alternativa, porque é uma voz que causa estranhamento, e ver uma pessoa completamente diferente cantando no Aldo Feat Me é uma experiência bem maluca. E é uma letra simples, então que cria uma identidade com a boca se mexendo.
 
Essa letra fala um pouco sobre término de relacionamento. Ela foi inspirada em uma experiência pessoal?
 
Acho que a letra fala por si só, que fala que a gente não vai quebrar nosso coração com a pessoa, mas no fundo não está sobre seu controle, porque depois você inevitavelmente vai ter o seu coração partido de novo.
 
E é legal que é uma letra que todo mundo se identifica, todo mundo já passou por isso...
Sim, nós passamos por isso individualmente. E no fundo são experiências muito legais, que nos ajudam a fazer a nossa música. É legal, porque às vezes nós falamos sobre as nossas experiências e achamos que é só nossa, mas quando a gente vê, tem muita gente que tem as mesmas experiências.
 
Essa música vai fazer parte do novo álbum de vocês?
Vai nós estamos no começo do fim do disco. O difícil de fazer um álbum é que as possibilidades são infinitas. Sempre quando tá pra terminar uma coisa, a gente vem com uma ideia nova, mas já estamos com seis ou sete músicas fechadas, então falta pouco.
 
Vocês já têm uma ideia de quando ele vai ser lançado?
Nós estamos tentando lançar pra agosto ou setembro, mas no fundo, é um disco tão especial, que a gente tá fazendo com tanto carinho, que não queremos nos comprometer muito com uma data. Nós queremos experimentar o máximo possível, eu diria que é um disco mais ousado, mais experimental do que os outros dois.

Últimas notícias

Marty já está de olho em outro pessoa em novo “De Férias com o Ex”

Fotos

É só um até logo! Os melhores momentos do último episódio de Acapulco Shore

Notícias

4 programas da MTV que mostram como é maravilhoso ser solteiro

Notícias

Aaron Chalmers pode ir morar com Tatita Oatway

Notícias

7 vezes que Joe Jonas conquistou nosso coração

Notícias