Eric Clapton

Eric Clapton: últimos vídeos musicais

Tell the Truth

Vídeo Musical

Live from Madison Square Garden Trailer 'No Exclusive'

Vídeo Musical

Forever Man

Vídeo Musical

Anyway the Wind Blows (with JJ Cale)

Vídeo Musical

Sessions for Robert J

Vídeo Musical

Complete Clapton / Autobiography - Int'l Trailer

Vídeo Musical

Layla

Vídeo Musical

Complete Clapton Interviews (Publishers Weekly)

Vídeo Musical

Eric Clapton: Sobre

Eric Patrick Clapton, mais conhecido como Eric Clapton, nasceu na Inglaterra no ano de 1945. Eric se mostrou interessado pela música desde cedo. Aos 13 anos ganhou sua primeira guitarra e já apreciava artistas como Robert Johnson e Muddy Watters. Em 1963, Eric foi convidado pelo guitarrista Tom McGuiness para formar sua primeira banda, o "The Roosters". Logo depois de algumas apresentações ao redor de Richmond, os dois se juntam ao "The Engineers", que também teve vida curta. Sua carreira começou a decolar quando ele entrou para a banda "Yardbirds", ainda em 1963. Essa banda, foi de grande influência pois conseguiu reunir três dos maiores guitarristas de todos os tempos em sua formação: Eric Clapton, Jeff Beck e Jimmy Page. Em 1965, Clapton decide abandonar a Yardbirds pois achava que o som produzido por ela estava muito pop se distanciando cada vez mais do Blues, estilo que Clapton era apaixonado. Nessa época John Mayall o convida para integrar os "Bluesbreakers", banda na qual era o líder. Já como integrante dos Bluesbreakers, Clapton participa da gravação do álbum "Bluesbreaker", e logo deixa a banda devido ao difícil relacionamento que ele tinha com Mayall. Em 1966, se junta com o baixista Jack Bruce e o baterista Ginger Baker para formar o "Cream". Depois de lançarem 3 álbuns e fazerem muitos shows, o Cream atingiu grande sucesso e Eric Clapton já era tido como um dos melhores guitarristas da história. Em 1968 a banda se separa devido a brigas e discussões entre os integrantes. Não demorou muito e Eric Clapton se junta com Steve Winwood, Ginger Baker e Rick Grech para formar o "Blind Faith". A vida útil da banda dura apenas um disco e não foi muito bem sucedido. Clapton e George Harrison gravam os solos de "While My guitar Gently Sleeps", do álbum branco dos Beatles, e iniciam um triângulo amoroso com a mulher de Harrison. Em 1970 é lançado um álbum ao vivo da turnê com Delaney & Bonnie e no mesmo ano saiu seu álbum de estréia intitulado " Eric Clapton". Ao se juntar com dissidentes da banda, Clapton forma o "Derek and The Dominos", com quem lançou "Layla", um de seus maiores sucessos. Clapton também participou da banda de Duane Allman. Ainda na década de 70, Clapton passou por graves problemas pessoais e conflitos emocionais o que o fez afundar cada vez mais no vício em heroína e álcool. Ao tentar se recuperar em clínicas para dependentes químicos, Clapton fica vários anos longe na mídia. Recuperado da crise, Clapton volta em 1974 com o reggae "I Shot The Sheriff", tornando-se o responsável pelo lançamento de Bob Marley nas paradas de todo o mundo. A partir daí, guitarrista dá início a uma boa fase musical lançando o grande clássico "Cocaine", em 1978. A década de 80 foi marcada por uma intensa produção. Clapton lançou 12 álbuns e aos poucos foi conquistando a aceitação por parte do público. A recompensa chegou em 1990 quando Clapton ganhou seu primeiro Grammy com a música "Bad Love". No ano de 1991, Clapton foi surpreendido com uma tragédia. Seu filho Conor, de 4 anos, caiu do apartamento onde morava com a mãe e faleceu. Para registrar o fato Clapton compôs em homenagem ao filho a famosa "Tears In Heaven". A música foi lançada no álbum "Unplugged" e se tornou o maior sucesso de toda a sua carreira. Com "Unplugged", Clapton volta às suas raízes de blues e atinge sucesso absoluto, garantindo ao astro dezenas de prêmios, inclusive 6 Grammys. Dois anos depois do lançamento de "Unplugged", ele lança "From The Craddle" que vem recheado de música tradicionais. Em 1998, Clapton lançou "Pilgrim", o primeiro álbum com material inédito em nove anos. Nesse trabalho ele aborda todos os dramas pessoais como a falta do pai, a morte do filho, os vícios e o amor perdido, além de revelar um profundo amadurecimento como cantor. Em 2000, ele se junta com B.B. King para o lançamento de "Riding whit the King", álbum bastante elogiado pela mídia especiliazada e com grande aceitação do público. O próximo lançamento acontece em com "Reptile". Em 2004, grava um álbum ao vivo intitulado "Me and Mr. Johnson". No ano seguinte ele lança "Back Home" e em 2006 "Road To Escondido" em parceria com JJ Cale. Discografia 1970: Eric Clapton 1970: Layla and Other Assorted Love Songs (como Derek and the Dominoes) 1972: History of Eric Clapton (coletânea) 1972: Eric Clapton at His Best (coletânea) 1973: Clapton (coletânea) 1973: Live at the Fillmore (como Derek and the Dominoes) (ao vivo em 1970) 1973: Eric Clapton's Rainbow Concert (ao vivo em 1972) 1974: 461 Ocean Boulevard 1975: There's One in Every Crowd 1975: E.C. Was Here (ao vivo em 1975) 1976: No Reason to Cry 1977: Slowhand 1978: Backless 1980: Just One Night (duplo; ao vivo em 1979) 1981: Another Ticket 1982: Time Pieces: Best Of Eric Clapton (1970-1978) 1983: Money and Cigarettes 1984: Too Much Monkey Business 1984: Backtrackin' 1985: Behind the Sun 1986: August 1987: The Cream of Eric Clapton 1988: Crossroads (Box Set) 1989: Homeboy 1989: Journeyman 1990: The Layla Sessions (como Derek and the Dominoes) (Boxset comerando os 20 anos de lançamento) 1991: 24 Nights (ao vivo em 1990) 1992: Rush 1992: Unplugged (ao vivo em 1992) 1994: From the Cradle 1995: The Cream of Clapton 1996: Crossroads 2: Live in the Seventies (CD quádruplo, gravações ao vivo de 1974 a 1978) 1998: Pilgrim 1999: The Blues (álbum duplo) 1999: Clapton Chronicles: The Best of Eric Clapton 2000: Riding With the King (com B.B. King) 2001: Reptile 2002: One More Car, One More Rider (ao vivo em 2001) 2004: Me and Mr. Johnson (versões de músicas de Robert Johnson) 2005: Back Home (álbum de estúdio) 2006: Road To Escondido" (album gravado com JJ Cale)