Cyndi Lauper

Cyndi Lauper: últimos vídeos musicais

Funnel of Love

Vídeo Musical

If You Go Away

Vídeo Musical

It's Hard To Be Me

Vídeo Musical

Time After Time

Vídeo Musical

Unchained Melody

Vídeo Musical

Money Changes Everything

Vídeo Musical

True Colors

Vídeo Musical

Change of Heart

Vídeo Musical

Cyndi Lauper: Sobre

Cynthia Anne Stephanie Lauper, nasceu em 22 de junho de 1953 em Nova York. Desde pequena Cyndi gostava de música com destaque para Eileen Farrel, Louis Armstrong e Beatles. Aos 12 anos começou a tocar violão e escrever músicas. A primeira composição de Cyndi foi chamada de "Greensleeves". Em 1977 Cyndi teve suas primeiras experiências profissionais na área musical, com a participação em bandas cover, imitando Jagger, Joplin, Led Zeppelin, entre outros. Devido a problemas com as cordas vocais Cyndi se afastou um pouco da banda colocando uma amiga para substituí-la. Restaurada a voz, Lauper arranjou para cantar em um night club de Manhattan. Ted Rosemblatt, seu empresário na época, foi assisti-la uma noite e levou consigo um compositor chamado John Turi, que também tocava teclado e saxofone. Lauper e Turi logo se tornaram amigos e começaram a compor juntos algumas canções. Por volta de 1978, eles tinham formados juntos uma banda de Rock estilo anos 50 chamada BLUE ANGEL. Em 1980, lançou o primeiro disco, homônimo, que serviu para colocá-la de vez no mercado fonográfico. Três anos se passaram e Cyndi fechou contrato com a Portrait Records. O álbum de estréia, "She's So Unusual", vendeu cerca de 4,5 milhões de cópias nos Estados Unidos. Em 1983, Cyndi recebeu diversos prêmios, entre eles o de melhor revelação do Grammy, um ótimo resultado para o primeiro disco. O ano seguinte foi bem puxado, ela trabalhou sem parar e esteve em 150 cidades, chegando à marca de 300 shows. Em 1985, Cyndi compôs e gravou a canção-tema do filme Goonies, produzido por Steven Spielberg. Ela ainda esteve no USA for África, em que vários artistas gravaram um disco com a música "We Are The World" para ajudar no problema da fome no continente. No ano seguinte, saiu o segundo disco solo, "True Colors", pela gravadora Sony, com co-produção da cantora. A música título recebeu, ainda, uma indicação ao Grammy. No ano seguinte, 1986, Cyndi lançou o álbum intitulado " True Colors". O disco vendeu 12 milhões de cópias em todo o mundo, sendo 3 milhões nos Estados Unidos e quase 1 milhão de cópias no Japão. A música título do álbum atingiu o n° 1 em diversos países; no Brasil, o álbum chegou a vender mais de 250 mil cópias, rendendo a Cyndi seu segundo disco de platina no país. Deste álbum foram lançados como singles as faixas "True Colors", "Change Of Heart", "What's Going On", "Boy Blue" e "Maybe He'll Know". Cyndi saiu em turnê com a True Colors World Tour, e em 1987 lançou o vídeo "Cyndi Lauper in Paris", com um "show" gravado na França. Em 1988 Cyndi estreou no cinema com o filme "Vibes", por ela protagonizado. A música "Hole in My Heart", gravada no mesmo ano e lançada como single, faz parte da trilha sonora do filme. O terceiro álbum, intitulado "A Night To Remember" sai em 1989. O primeiro single, "I Drove All Night", logo tornou-se um sucesso. Os quatro singles seguintes não emplacaram, e os números de vendagem do álbum estiveram longe de atingir os resultados anteriores. Mesmo assim, Cyndi saiu em turnê mundial. "A Night To Remember" vendeu 4,5 milhões de cópias mundo afora, sendo 100 mil apenas no Brasil, faturando o disco de ouro. Em 1990 Lauper conheceu o ator David Thornthon nas gravações de seu segundo filme, "Fora de Controle". No ano seguinte, ela se casou com ele. Em 1992, ela lançou o single "The World is Stone" somente na Europa, aonde a música chegou a ser bastante tocada. Na França atingiu o primeiro lugar. Em 1993 sai o quarto álbum, "Hat Full Of Stars", que mostra a todos uma Cyndi até então desconhecida: nada de cabelos coloridos e visual espalhafatoso; entrou em cena uma cantora mais introspectiva e séria. Apesar de o álbum ter sido muito bem aceito pela crítica, elogiado, e considerado o melhor trabalho de Cyndi Lauper, ele não se saiu bem vendendo apenas 2 milhões de cópias no mundo e apenas 20 mil no Brasil. Em 1994 foi lançada a coletânea de sucessos de sua carreira: Twelve Deadly Cyns... and then some. Além dos singles, foram incluídas as inéditas "Come on Home" e "Hey Now (Girls Just Wanna Have Fun)", esta última uma regravação de "Girls Just Want To Have Fun" que marcou a volta de Cyndi ao seu estilo "unusual. A coletânea vendeu bem, e Hey Now, lançada como single, foi bastante executada nas rádios.Em 1995 Cyndi participou de alguns episódios do seriado Mad About You, a sua excelente atuação lhe rendeu um prêmio Emmy. O álbum que recolocou Cyndi nas paradas de sucesso mundiais. Mais de 7 milhões de cópias foram vendidas, e o disco se tornou o seu álbum mais vendido no Brasil: 500 mil cópias (disco de platina duplo). Só na Inglaterra foram 600 mil cópias (2x platina), e outras 500 mil (2x platina duplo) no Japão. Em dezembro de 1996 Cyndi lança seu quinto álbum, "Sisters Of Avalon". Neste álbum Cyndi brinca com novas influências e estilos musicais, passando pelo rock, dance, folk, jazz e até world music. Mesmo sendo um trabalho excelente e inovador a vendagem foi baixa, e nem chegou a ter alguma música de sucesso. Em 1997, Cyndi anunciou sua gravidez, e mesmo assim, saiu em turnê juntamente com Tina Turner. No mesmo ano nasceu Declyn Wallace Lauper Thornthon, seu único filho. No final de 1998 Lauper lançou um álbum de músicas natalinas e terminou seu contrato com a Sony. O ano seguinte também foi fraco, ela esteve em dois episódios de "Mad About You" e participou da turnê de Cher. A procura por uma nova gravadora continuava e nos dois anos seguintes, ela apenas lançou um filme independente chamado "Os Oportunistas". O novo álbum só foi gravado em 2001, "Shine", pelo selo Edel, mas nunca chegou às lojas, por desistência do próprio selo e os fãs tiveram acesso ao trabalho apenas pela Internet. Em 2002 ,Cyndi resolveu lançar um EP com quatro faixas extraídas do álbum não-lançado: "Shine", "It´s Hard To Be Me", "Madonna Whore" e "Water's Edge" e mais uma versão remix de "Shine". O EP foi lançado pela Oglio Records e pela Rella Music. As vendas mundiais do EP ultrapassaram as 400 mil cópias, sendo 100 mil apenas nos Estados Unidos. No início do ano de 2003 foi lançado o single Shine Remixes. No mesmo ano, Cyndi voltou para a "Sony Music", e em novembro lançou At Last, um álbum apenas de releituras de clássicos da música. Em março de 2004 foi gravado o DVD Live... At Last na casa de shows "Town Hall", em Nova York. Numa apresentação impecável, Cyndi interpretou seus maiores sucessos e músicas do álbum At Last. Ao lado de Patti LaBelle e Debbie Harry, a cantora participou do VH1 Divas Live, em Las Vegas, evento promovido anualmente pelo canal americano VH1. O álbum "The Body Acoustic" foi lançado em novembro de 2005. Um álbum de releituras, só que desta vez, acompanhado de grandes nomes da música como Sarah McLachlan, Ani DiFranco, Shaggy e Adam Lazzara, entre outros. Ela regravou em versão acústica seus maiores sucessos, e as inéditas do álbum foram "I'll Be your River" e "Above the Clouds". O álbum vendeu 600 mil cópias. Ao lado de Alan Cumming, Jim Dale, Anna Gasteyer e Nellie McKay , Cyndi participou do espetáculo da Broadway "The Threepenny Opera" (A Ópera dos Três Vinténs) em 2006. Na peça, ela interpretou a prostituta Jenny, papel que lhe rendeu grande destaque e indicação ao "Tony Awards". Com objetivo de arrecadar fundos para a "The Human Rights Campaign", uma ONG que defende os direitos dos homossexuais, Cyndi sai em turnê pelos EUA com a True Colors Tour em 2007. Ao total são 15 shows e ela conta a com colaboração de Erasure, Debbie Harry, The Dresden Dolls, The Gossip and Misshapes, Margaret Cho & Rufus Wainright. Discografia 1980 - Blue Angel 1983 - She's So Unusual 1984 - Time After Time EP 1986 - True Colors 1989 - A Night To Remembe) 1989 - The Best Remixes 1993 - Hat Full Of Star 1994 - Twelve Deadly Cyns... And Then Some) 1997 - Sisters Of Avalon 1998 - Merry Christmas ... Have A Nice Life 2003 - At Last 2004 - Shine 2005 - The Body Acoustic