Faithless

Faithless: últimos vídeos musicais

Why Go?

Vídeo Musical

Don't Leave

Vídeo Musical

One Step Too Far

Vídeo Musical

Insomnia

Vídeo Musical

Bombs 2.0

Vídeo Musical

We Come 1

Vídeo Musical

Salva Mea

Vídeo Musical

I Want More, Pt. 2

Vídeo Musical

Faithless: Sobre

O primeiro single de Faithless Salva Mea(Save Me) chegou às listas britânicas em Julho de 1995 e desapareceu ao fim de uma semana.No final de um ano e meio, Salva Mea reeditou-se no Reino Unido e entrou no top 10. Tornou-se no tema mais ouvido na Radio One, foi número cinco em quinze dias e vendeu mais de um milhão de cópias em todo o mundo. O seu primeiro álbum, Reverence, conseguiu pôr três singles consecutivos no top 10 britânico e foi disco de ouro em 22 países.O grupo candidatou-se a numerosos prémios como o Saints & Sinners da revista Muzik, para melhor álbum e melhor produção. Também já estiveram muitas vezes prestes a ganhar o prémio Miami Winter Music Conference como melhor grupo de música dance, como Rollo e Sister, melhores produtores.Na sua procura pela diversidade musical, Faithless foram pioneiros em mostrar um som eclético quando ainda não era algo muito popular. O resultado é que estabeleceram uma ligação com o desejo do público de ouvir sons novos e avançados e é assim que uma banda totalmente britânica se tornou num fenómeno internacional. Michael Stipe(REM) nomeou Reverence como o seu álbum do ano. Danny Boyle incluiu três canções dos Faithless no seu filme Vidas Diferentes.Faithless já estão juntos há três anos e desde o seu começo, Sister Bliss, Maxi Jazz, Jamie Catto, Rollo e Dave Randall conseguiram criar um grupo compacto. Tanto o som do grupo como as suas letras evoluíram, desenvolvendo uma combinação de tecnologia e tradição.Após uns anos de digressão com actuações ao vivo, Dave Randall dedicou-se a incorporar a sua técnica magnífica na guitarra ao som dos Faithless. Por outro lado, Rollo aparece cada vez menos, apenas o vemos no palco. Nunca se sentiu à vontade debaixo das luzes da ribalta. Após a sua partida, dedicou-se a trabalhar comodamente no estúdio. No seu segundo álbum, um enigma(Sunday 8PM), Faithless opta por um estilo mais profundo, explorando novas profundidades mas sem abandonar o seu som original: o espírito do clubbing e música dance. O seu objectivo era "tornar-se numa banda", no sentido mais simples da palavra, desenvolver-se com a mesma liberdade nos palcos e no estúdio. Faithless alargou a sua mente e a sua audição ao mais vasto espectro de sons musicais para criar o seu estilo híbrido. Techno para os que não gostam de techno, rock para os que se dizem muito modernos.Se Reverence representou o seu conhecimento, Sunday 8PM é o resultado da sua unificação. Os temas giram em redor do lar e as relações pessoais(como se fazem, como se desfazem).Como letrista, Maxi Jazz examina a sua capacidade em descrever situações e estados de espírito. Um dos seus momentos mais brilhantes encontra-se com Bring My Family Back, uma história contada sob a perspectiva de uma criança, um pai e uma casa.Em Sunday 8PM vê-se artistas convidados como Dido(irmã do Rollo e cujo primeiro álbum vai ser editado pela Arista daqui a pouco tempo), cujos lamentos se ouvem em Postcards e o inimitável Boy George, que dá outro sentido às palavras na afável Why Go?Desde Maio de 98, Faithless embarcou num programa de digressões que começou om todos os festivais europeus, como Glastonbury, V98, Phoenix, Womad, Pink Pop e Expo 98. A estas actuações seguiu-se em finais do ano a digressão mundial de promoção ao Sunday 8PM,2001 foi o ano de edição do seu terceiro disco, com o qual confirmam que o seu discurso já é aborrecido. O seu maquinismo enfraquece(isso é bom) mas o discurso vanguardista já não convence tanta gente que já não distingue o "batuque" de boas batidas por minuto.